A 9ª edição do Troféu Gonzagão foi lançado pela primeira vez em João Pessoa

A 9ª edição do Troféu Gonzagão foi lançado pela primeira vez em João Pessoa
5 (100%) 2 votos

Foto: ascom

A 9ª edição do Troféu Gonzagão realizou sua festa de lançamento na Casa Roccia, na noite de quinta-feira, em João Pessoa.

Os idealizadores do Troféu Gonzagão, Rilávia Cardoso e Ajalmar Maia, comentaram sobre o evento.

Em entrevista, os organizaram comentaram que o prêmio não é um evento só de Campina Grande, mas sim de toda a Paraíba e para todo o Brasil.

Confira a entrevista:

Como é fazer um evento deste porte na Paraíba?

AM: É bastante prazeroso! Os artistas ficam extremamente agradecidos, pois mesmo nós dois não sendo da área, fazemos com muita alegria, trabalho e dedicação. O que queremos mostrar é um evento de muita homenagem, não só in memoriam aos que já nos deixaram, mas principalmente aos que estão aqui estão nos abrilhantando com seus imensos e mais variados talentos.

Por que idealizar e executar este projeto?

RC: Na verdade, temos paixão pela cultura nordestina. O que era apenas uma confraternização entre os artistas e suas famílias virou um grande evento para toda a sociedade e para o mundo. Este Troféu, já denominado o “Oscar do Forró”, foi sonhado como uma cerimônia, em reconhecimento à excelência da arte musical, propiciando um grande encontro e congraçamento entre os artistas em uma requintada noite, dignificando e proporcionando visibilidade aos queridos e talentosos artistas da nossa terra.

Como será a edição deste ano?

RC: O formato do evento será o mesmo. O que de fato mudará será o homenageado in memoriam, que este ano será o cantor e compositor, Abdias dos 8 Baixos (1933-1991), nascido em Taperoá (PB) e que foi a pessoa responsável por toda a produção da então CBS, que era uma das maiores gravadoras do Brasil, onde ele deu oportunidade a muitos artistas do nosso Nordeste e do País, no Rio de Janeiro. Ele também  foi marido da cantora Marinês e pai do grande maestro Marquinhos Farias, que também será o maestro do evento juntamente com Adelson Viana, dois expoentes da área.

AM: Vamos ainda homenagear o cantor e compositor pernambucano, Geraldo Azevedo, e o Quinteto Violado, conjunto instrumental-vocal brasileiro formado em 1970, no Recife, e como já falamos, ao músico Abdias dos Baixos, dentre outras personalidades que divulgaremos posteriormente.

Como será o lançamento em João Pessoa?

RC: O lançamento da nona do prêmio será no próximo dia 26 de janeiro, pela primeira vez em João Pessoa, onde apresentaremos à imprensa, parceiros, autoridades, músicos e convidados, em uma bela noite na Casa Roccia, todas as novidades deste ano. E decidimos fazer o lançamento deste ano em João Pessoa, pois queremos mostrar que apesar de ter nascido em Campina Grande, o troféu hoje pertence a toda a Paraíba e parte para o mundo.  E que tem como meta levar homenagem àquele que deu o nome ao troféu, o artista Gonzagão, e destacar a carreira das pessoas homenageadas em cada edição.

AM: Além de todas as homenagens a serem rendidas na oportunidade, também teremos várias apresentações musicais. Entre elas, Mahatma Costa e Pinto do Acordeon e a banda contemporânea Os Gonzagas, bem como outros momentos de nossos patrocinadores e apoiadores da Paraíba e do Nordeste.

Qual a importância do prêmio para a região?

AM: Desde sua primeira edição, realizada em umas das nossas salas do Centro de Ortodontia, em Campina Grande, o projeto do prêmio, que foi consolidado há mais de 10 anos, tem homenageado grandes ícones da música regional com visibilidade local, nacional e internacional. A partir de 2009, o evento cresceu e se transformou em uma vitrine para outorgar o Troféu Gonzagão aos vários destaques da música. Desde então, já foram homenageamos diversos seguidores de Luiz Gonzaga que perpetuaram a sua grande obra, tais como artistas, cineastas, escritores, ativistas culturais, entre outros. Pela dimensão que o troféu alcançou, ele foi indicado para compor o calendário de eventos da Prefeitura de Campina Grande, que antecede o São João. Hoje, para realiza-lo, contamos com a parceria de diversas empresas, pessoas e órgãos públicos, que acreditam na importância de destacar a cultura nordestina.

Da Redação com
paraibaonline.net.br