Azul confirma inauguração de voo semanal entre BH e JP

Avalie esta postagem

Voo Para Campina GrandeSerá em ritmo de forró a recepção aos passageiros do voo inaugural entre os aeroportos de Confins e João Pessoa, que será operado semanalmente pela Azul Linhas Brasileiras a partir do dia 4 de junho. O voo terá início no Aeroporto de Confins, na Grande Belo Horizonte, abrindo uma nova rota para os passageiros que desembarcam ou embarcam no Castro Pinto. Na tarde dessa quarta-feira (24), a presidente da Empresa Paraibana de Turismo (PBTur), Ruth Avelino, e a coordenadora de Turismo de Campina Grande, Catharine Brasil, iniciaram as negociações com a direção da operadora Azul Viagens, braço da Azul, para incrementar a nova operação. “Iremos promover João Pessoa entrando no clima de São João”, disse Ruth Avelino. Catharine Brasil enfatizou que os passageiros chegarão na capital paraibana um dia após a abertura oficial do Maior São João do Mundo, que acontece na noite do dia 3 de junho e irá ter uma duração de 30 dias.

“A prefeitura de Campina Grande está estudando como será o evento no Castro Pinto, mas certamente teremos quadrilhas juninas, comidas típicas e muita animação na chegada dos passageiros”, afirmou a coordenadora. Durante o encontro na sede da Azul, em São Paulo, as duas executivas da Paraíba conversaram com o diretor de Planejamento da Azul, Marcelo Bento; diretor da Azul Viagens, Daniel Brunot, e Raíssa Azevedo, gerente de Vendas da Azul na Paraíba. Na oportunidade, começou também a ser negociada uma série de ações para incrementar o voo. Uma delas será a produção de uma reportagem sobre a Paraíba para ser veiculada na revista de bordo da companhia aérea. Outra ação discutida diz respeito a uma promoção de um famtour e processo de capacitação com agentes de viagens de Minas Gerais, para que conheçam e possam oferecer o destino aos clientes com mais propriedade. O voo, segundo Ruth Avelino, terá forte apelo para os moradores de cidades como Ribeirão Preto e Presidente Prudente, em São Paulo; Goiânia (GO) e Uberlândia (MG), mercados que são maiores emissores de turistas para o Nordeste.

“Precisamos montar uma estratégia para tornar a Paraíba um destino mais conhecido para que o voo chegue aqui e retorne lotado”, pontuou a presidente da PBTur.

Foto: divulgação

Ascom