Cavalgada Junina é atração do Maior São João do Mundo na Paraíba

Cavalgada Junina é atração do Maior São João do Mundo na Paraíba
Avalie esta postagem

A Cavalgada Junina, com inspiração nos Tropeiros da Borborema, se consolida com um dos eventos de grande apelo cultural na programação do Maior São João do Mundo. O cavalo Mangalarga Marchador é a grande estrela do evento. O andamento do Mangalarga Marchador vai entrar em harmonia com os sons da sanfona, do triângulo e do zabumba em um percurso pelas ruas centrais de Campina Grande (PB) no dia 17 de junho. O evento tem o apoio do Clube do Cavalo Mangalarga Marchador da Paraíba, um dos 74 núcleos da Associação Brasileira dos Criadores da raça.

A expectativa é de que a Cavalgada Junina, a exemplo do que aconteceu nos três últimos anos, repita o alto nível de aceitação entre o público de todas as idades. A assistência é formada por pessoas que se vêem atraídas pela marcha peculiar dos cavalos da raça Mangalarga Marchador e saem às ruas para ver a passagem da tropa.

Além da atenção e da curiosidade do público, a Cavalgada Junina reuniu ano passado um número expressivo de mulheres e homens, que apreciam a montaria desse cavalo dócil e de andamento marchado. Em 2016 foram cem amazonas e cavaleiros, número superior à participação de 2015, que somou sessenta participantes. Para 2017, os organizadores mantêm a expectativa de êxito.

As cavalgadas, cuja prática é motivada pelo espírito esportivo, religioso ou cívico, têm encontrado grande aceitação no Nordeste. Em Campina Grande elas ganham uma feição cultural, sobretudo porque remetem às origens da cidade e a um dos seus símbolos mais expressivos: os Tropeiros da Borborema.

Trajeto: Os cavaleiros e amazonas têm encontro marcado nas primeiras horas da manhã do sábado, dia 17 de junho, na Estação Velha. Às 08h30 a comitiva inicia a Cavalgada Junina pelas ruas centrais de Campina Grande.

Nacional Mangalarga Marchador

O maior evento da raça Mangalarga Marchador da América Latina já está próximo. A 36ª Exposição Nacional acontece, de 18 a 29 de julho, no Parque da Gameleira em Belo Horizonte, Minas Gerais. A expectativa é de reunir 1.800 animais. A grande novidade deste ano é que a Nacional será realizada em um Parque revitalizado.

“Estamos aguardando um grande evento com um público seleto de criadores e apaixonados pela raça em uma estrutura diferenciada. Vamos aprimorar ainda mais o maior evento da raça, tornando-o mais dinâmico e atrativo”, comenta Daniel Borja, presidente da Associação Brasileira dos Criadores do Cavalo Mangalarga Marchador (ABCCMM). Ele acrescenta que “a revitalização do parque dará uma cara nova à Nacional com mais conforto e melhor atendimento aos associados e visitantes”.

O Cavalo do Trabalho e do Lazer

O tema da Nacional deste ano destaca as habilidades da raça: O Cavalo do Trabalho e do Lazer. “Queremos dar ênfase a outras características do Mangalarga Marchador. A raça é dócil, boa de sela, obedece aos padrões internacionais e pode ser usada para cavalgadas, lida no campo, passeios e competições de marcha”, ressalta Daniel Borja. Ele explica que, no esporte, o Mangalarga Marchador é utilizado em enduros equestres, cavalgadas, provas de maleabilidade, baliza e tambores. O animal também é muito usado na prática da equoterapia.