Escritor Everaldo Dantas da Nóbrega homenageia o Maior São João do Mundo

Avalie esta postagem

O MAIOR SÃO JOÃO DO MUNDO

Eu vim a Campina Grande,
Cidade da Paraíba,
Rainha da Borborema
Já que São João é o tema.

E vi com muita alegria
E até felicidade
O maior São João do mundo
Que em todos cala fundo.

É forró solto, à vontade,
Aqui, ali e alhures
Tocado com maestria
Em toda a freguesia.

Tem sanfoneiros, cantores
Pra ninguém botar defeito,
Excelentes pandeiristas
E zabumbeiros artistas.

É mulher, moça bonita,
E meninas… cada beldade
Que dá gosto a gente ver,
Com poemas a merecer.

Há concurso de quadrilhas,
Aquelas ditas juninas,
Fantasias finas, belas,
Aplaudidas todas elas.

Vê-se fogueiras gigantes,
Gente com roupa matuta,
Chapéu de palha e botina,
Como se fosse a rotina.

Tem casamento matuto,
Noivos caracterizados
Padre casamenteiro,
Até padrinho festeiro.

Há canjica e pamonha,
Tapioca e mungunzá,
Milho verde cozinhado
Se não quiser o assado.

Também para aperitivo
Tem cachaça variada
Pra fazer caipirinha
Ou tomar ela purinha.

É lá que também está
Famoso, o Parque do Povo”
Co’ animação, burburinho,
Tudo muito arrumadinho.

E muita coisa tem mais
Que não há como falar
Nessas pouquíssimas linhas
Em que faço essas quadrinhas

E isso é todos os anos,
Mês de junho o escolhido
Para homenagear a São João
Amado nesse rincão.

Tud’ isso em Campina Grande
No Maior São João do Mundo,
Cidade que veio à cena
Co’ os Tropeiros da Borborema!

Everaldo Dantas da Nóbrega Escritor e Advogado

Everaldo Dantas da Nóbrega
Escritor e Advogado

Tópicos: