Marília Mendonça faz doação de R$ 100 mil a instituição de Campina Grande

5 (100%) 1

Foto: Kamylla Lima/G1

cantora Marília Mendonça anunciou na noite de sábado (24) que vai doar R$ 100 mil para a instituição São Vicente de Paulo. A divulgação da doação aconteceu durante o show de estreia dela no Parque do Povo, em Campina Grande. A artista, conhecida como a “Rainha da Sofrência”, lotou o espaço. Todas as entradas foram fechadas. Também se apresentaram Jurandy da Feira, Forró 3×4, Capilé e Vicente Nery.

Ela fez o anúncio depois de cantar várias canções de forró tradicional, como “Pagode Russo”, de Luiz Gonzaga. Em seguida, a cantora pegou o celular e leu um texto escrito por ela, que falava que pode não conhecer a cultura do Nordeste, mas que tem respeito por ela. “Aqui [no Nordeste]encontrei uma razão para continuar pelo Brasil. Aprendi sobre humildade, sobre garra e a lutar pelo que eu quero. O que eu quero está aqui. Não troco, não dou e não vendo o amor que tenho por vocês e que vocês têm por mim. Meu coração mora nessa terra e jamais vou abrir mão”.

Ao final do texto, a cantora revelou que “pensando muito nesse amor que eu tenho por vocês, não queria deixar só em palavras” e contou ao público que a instituição São Vicente de Paulo receberá R$ 100 mil. A irmã Maria do Rosário subiu no palco e recebeu um documento das mãos da artista. No documento, estava escrito que a transferência do dinheiro será realizada na segunda-feira (26). Marília disse que a entidade foi uma sugestão da sogra dela, que foi visitar o local.

Marília Mendonça ainda se ofereceu para ser madrinha da instituição. “Não gosto de mostrar esse tipo de coisa, mas queria mostrar para vocês que não quero deixar meu amor só nas palavras, porque isso fica muito pequeno diante de tudo que o Nordeste necessita, diante de tudo que o Nordeste é, fica muito pequeno diante de vocês”.

Nos últimos dias, a cantora se envolveu em uma polêmica. Em apresentação realizada no dia 10 de junho em Recife, capital de Pernambuco, ela disse que “vai ter sertanejo no São João, sim”. A declaração da sertaneja foi feita após Elba Ramalho, em 3 de junho, na abertura dos festejos juninos de Caruaru, Agreste pernambucano, criticar a participação de cantores sertanejos na grade de programação do São João de Campina Grande.

Foto: Kamylla Lima/G1

Entradas fechadas

As entradas do Parque do Povo precisaram ser fechadas por questões de segurança devido a grande quantidade de pessoas que estavam no espaço, conforme a organização do evento. Nos 34 anos de festejos no local, os portões só haviam sido fechados uma vez – no show de Wesley Safadão de 2016. Na noite do sábado, muitas pessoas estavam no lado de fora e ficaram frustradas por não conseguir entrar. A estimativa de público não foi divulgada pela organizadora. Quem comemorou o grande público foram os comerciantes – alguns disseram que registraram um aumento de 50% nas vendas.

Próximo ao palco estavam os admiradores da cantora. Entre eles, Lucas, de nove anos, que passou boa parte do show segurando um cartaz com o pedido de um abraço. O menino ficou nos ombros do pai e chorou muito enquanto a cantora estava no palco. Já Vítor Emanuel Dias Ferreira, 12 anos, disse que é fã da cantora desde que ela ganhou fama nacional com o hit “Infiel”. “[A cantora] fala de amor, de traição e tudo que ela passou na vida. Pedi a minha mãe para me trazer e estou muito feliz por ver o show dela pela primeira vez”.

Foto: Kamylla Lima/G1

O show teve duração de uma hora e meia. Ela investiu em um repertório variado. No início da apresentação, cantou grandes sucessos da carreira, como “Alô, Porteiro” e “Folgado”. Em seguida, investiu em canções de forró e funk. Ao longo do show, relembrou os dois anos da morte do cantor Cristiano Araújo. O cantor goiano, de 29 anos, e a namorada dele, Allana Coelho Pinto de Moraes, de 19, morreram em 24 de junho de 2015, após um acidente de carro em Goiás. Marília disse que ele foi um anjo para ela e agradeceu a ajuda que recebeu do artista.

No final da apresentação, Marília contou que ficou ansiosa antes de subir no palco. “Não tenho palavras para expressar o que eu estava sentindo. Ansiedade total, a barriga doída. Ligava para minha mãe, estava em oração o tempo inteiro. Muito ansiosa, porque é a realização de um sonho de princesa. Melhor show da minha vida, com recorde de público”.

 Por:  Kamylla Lima/G1