Prefeitura inicia cadastro de imóveis para hospedagem alternativa n’O Maior São João do Mundo

Seu Voto

pousada1Os proprietários de imóveis que desejam disponibilizá-los para a hospedagem alternativa durante a realização d’O Maior São João do Mundo 2016 já devem procurar a Secretaria de Desenvolvimento Econômico (Sede) para cadastrar sua casa ou apartamento.

O atendimento acontecerá até o dia 27 de abril, na Coordenadoria de Turismo, localizada na rua 13 de Maio, 329, 2º andar, salas 202 e 203, no Centro, das 7h às 13h.

Para cadastrar os imóveis os proprietários deverão apresentar cópias dos documentos de identidade (RG), CPF, comprovantes de residência e de quitação do IPTU 2016.

Se o cadastramento do imóvel for realizado por terceiros será necessária a apresentação de uma procuração, do proprietário, autorizada para essa finalidade.

Após ser cadastrado na Codemtur, os imóveis serão vistoriados por técnicos da Vigilância Sanitária, que farão uma inspeção detalhada para verificar as condições hidráulicas, sanitárias e de acomodação dos imóveis.

Segundo a coordenadora municipal de Turismo, Catharine Brasil, a disponibilidade para a hospedagem alternativa somente acontece após a Vigilância Sanitária atestar a qualidade da infraestrutura dos imóveis.

Passada essa etapa, a Codemtur divulga a lista dos imóveis disponíveis para hospedagem alternativa na imprensa, site da Prefeitura de Campina Grande (pmcg.org.br), Facebook (www.facebook.com/PMCGoficial), Instagran (pmcgoficial) e Twitter (@PMCGoficial).

Catharine Brasil ressaltou que a Prefeitura Municipal é responsável pelo cadastramento dos imóveis e divulgação dos que foram aprovados pela Vigilância Sanitária. “A negociação de valores sobre os aluguéis é realizada, exclusivamente, entre os interessados e proprietários dos imóveis”, afirmou.

O serviço de hospedagem alternativa foi criado com o objetivo de ampliar a oferta de leitos para o período do Maior São João do Mundo, ocasião em que a cidade recebe milhares de visitantes.

Somente no ano passado foram cadastrados cerca de 30 imóveis (entre casas e apartamentos) e muitos foram alugados por turistas que não encontraram vagas na rede hoteleira da cidade.

Alguns imóveis ficam próximos ao Parque do Povo, principal área da maior festa junina do mundo.

Fonte: Codecom

Tópicos: